Lista Mundial de Perseguição 2021 revela os países mais perigosos para os cristãos


A Missão Portas Abertas lançou a Lista Mundial da Perseguição 2021, documentando os 50 países mais perigosos para ser um cristão. O relatório revela que 1 em cada 8 cristãos em todo o mundo sofre altos níveis de perseguição. Todos os dias, em média, 13 cristãos são assassinados por sua fé.


O número total de cristãos mortos por sua fé aumentou 60% em 2020, e 91% dessas mortes ocorreram em países africanos como a Nigéria . A pandemia do COVID-19 também criou um ambiente e uma desculpa para culpar os cristãos e outras minorias religiosas.


Bruce Allen, da FMI , diz: “As pontuações estão piorando, especialmente quando você analisa os números dos últimos 10-15 anos ou mais. Considere um país que poderia estar na posição 20. Já o país que ocuparia essa posição tem uma pontuação muito maior no que diz respeito a essa discriminação e perseguição. Portanto, embora ainda haja apenas 50 países nessa lista, as situações nesses países estão se tornando muito mais graves. ”


O top 10 dos paises mais perigosos:

  1. Coreia do Norte 
  2. Afeganistão 
  3. Somália 
  4. Líbia 
  5. Paquistão 
  6. Eritreia 
  7. Iémen 
  8. Irã 
  9. Nigéria 
  10. Índia

Veja a lista completa aqui.

O Triunfo do Evangelho

A China entrou no top 20 pela primeira vez em uma década, devido ao tratamento dado aos muçulmanos uigur e outras minorias religiosas. Além disso, o uso massivo de tecnologia de vigilância digital pela China tem causado muita preocupação com a liberdade religiosa.


Parece que estamos falando de desgraça e tristeza, porque estamos falando sobre coisas ruins acontecendo a pessoas boas. Eu adoraria que as pessoas que estão lendo isso, entendessem que isso não significa que essas pessoas estão se sentindo derrotadas de forma alguma. Eles estão continuando com o ministério de maneiras muito criativas.


Ele conta uma história do Paquistão, o quinto país mais hostil da lista. Um líder muçulmano em sua comunidade passou a crer em Cristo. Quando contou à família e à comunidade, Allen conta: “Ele foi espancado. Ele foi expulso da mesquita, ele perdeu o emprego.


Mas sua reação à violência foi surpreendente. “Isso é bom. Eu não tenho desespero. Eu não tenho pânico. Isso está me mostrando que estou realmente seguindo os passos de Cristo.


Os cristãos servem a um Senhor que foi espancado, zombado e até executado. Mas ele ressuscitou dos mortos. Mesmo a morte não pode derrotar a Igreja.


MOTIVOS DE ORAÇÃO

  • Ore para que Deus dê coragem e perseverança ao Seu povo ao redor do mundo.
  • Considere apoiar ministérios como a Portas Abertas, que trabalham com cristãos em muitos desses países.


Envie suas orações e suporte financeiro, clicando aqui.


Com informações de Portas Abertas Brasil.

Imagem de cabeçalho, por Simon P. Kaleem, Paquistão.

Postar comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem