COVID-19: Deixando tudo pelo evangelho

Deus está disposto a ouvir nossa oração! Desde o dia em que a cidade foi fechada, a igreja em Wuhan começou a orar por 24 horas sem parar. Irmãos e irmãs se revezam em oração a nosso Deus todos os dias. Faz 57 dias. Os cristãos de todo o mundo também estão orando conosco. Ore pelo povo de Deus que está testemunhando por Cristo nas ruas. Deus cuida de nós, e não apenas nos mantém seguros, mas também sustenta os frutos do nosso trabalho.

Centenas de pessoas da igreja proclamaram o evangelho nas ruas durante o fechamento da cidade e também ajudaram as pessoas desesperadas. No máximo, existem mais de 400 pessoas por dia pregando o evangelho nas ruas. Até agora, todos estavam seguros, exceto por uma irmã que foi infectada. Durante esse período, várias pessoas tiveram sintomas como febre e tosse seca, mas depois que os irmãos e as irmãs oraram, os sintomas desapareceram. Deus tem piedade de Seus filhos.

Em 16 de março, um total de 321.264 máscaras, 6.918 óculos de proteção, 2.275 conjuntos de roupas de proteção, 3.385 capas de chuva para quem trabalha fora da chuva, 923 garrafas de álcool para desinfecção, 318 garrafas de comprimidos de esterilização, 213 sacos de comprimidos de esterilização, 1290 cartelas de comprimidos, 1 kg de cartelas de comprimidos de esterilização, 93.186 luvas descartáveis, 99 máscaras,  955 garrafas de CV e 1.715 caixas de macarrão instantâneo, além de todos os tipos de alimentos.

O Senhor regenera nossa vida corrupta; somos tão pequenos e fracos, mas sendo usados ​​pelo Senhor. Não tínhamos nada, mas Deus tem mais do que suficiente para fornecer e acrescenta força a nós. Quão precioso é o amor do Senhor! Vamos também nos esforçar para agir pelo Senhor, deixando tudo pelo Seu evangelho!

* Esta publicação foi originalmente publicada em inglês pela Heartcry Missionary Society, "Update from Wuhan: Leaving Everything for the Gospel", tendo sido traduzida pelo Ore Pelo Mundo para o português. Você pode acessar a publicação original clicando aqui.

Postar um comentário

0 Comentários