Salman Bhatti | Paquistão




Testemunho e ministério

Que a Graça e a maravilhosa misericórdia do Senhor Jesus sejam com todos. Eu me chamo Salman Bhatti, e sou do Paquistão. Eu moro no distrito de Sheikhupura, na província de Punjab. Eu venho de uma família com fortes influências católicas. Um dos meus tios é um padre católico e o outro é um bispo católico. Durante a minha juventude, eu fui extremamente viciado em drogas. Comecei a fumar por volta dos oito anos de idade, usava muitos tipos de drogas e bebidas, mas apesar disso, durante este período eu também era frequente em uma igreja. Em 17 de abril de 2014, um pastor veio até a nossa casa. Eu me lembro do momento em que ele estava orando e aquilo me comoveu bastante. Muitas lágrimas foram derramadas durante a oração dele. Então o pastor se voltou pra mim, dizendo: "Salman, sinta! Arrependa-se de seus pecados. Deus ama você e Ele deseja usá-lo para trabalhar em prol do avanço do Seu Reino". Naquele momento eu respondi positivamente, porém algum tempo depois, acabei deixando isso de lado.


Cerca de três meses depois, no dia 13 de Julho de 2014, eu recebi a oportunidade de ir a trabalho para EAU (Emirados Árabes Unidos). Eu estava indo para Abu Dhabi, para trabalhar como encanador na NPCC (National Petroleum Construction Company). Durante o meu período lá, eu costumava frequentar bares, clubes de dança, fazia uso de álcool e também cometia adultério. Mas Deus tinha um plano para a minha vida. Certo dia eu conheci um indiano, um irmão convertido ao Senhor, chamado Salva Kumar.


Ele nos levou para visitar a igreja da qual era membro, e lá eles falavam em outro idioma diferente do meu, mas Deus é o mesmo em cada língua. Ele nos contou sobre o pastor indiano que liderava os cultos em Urdu e Hindi, chamado pastor Richard Benzer, de Bangalare na Índia. Ele enviou um carro para nos buscar, para que pudéssemos ir a sua casa. Eu confesso que me senti muito entediado na casa dele. Voltando para casa, eu não estava muito feliz. Não havia sido uma boa experiência. Entretanto, na semana seguinte nós visitamos aquela igreja novamente e foi maravilhoso. Depois disso, na semana seguinte, fui à casa dele para orar em jejum e ele ministrou a mim sobre o batismo e o arrependimento.


No final daquela ministração, eu respondi, "Bem, quando eu sentir que for da vontade de Deus, serei batizado." Então aquele pastor respondeu: "Deus quer isso hoje, e se você concordar, me avise e eu o batizarei". Depois desse encontro, naquela sexta-feira de oração, retornei ao meu acampamento naquela sexta-feira bastante reflexivo. Um tempo depois eu estava na igreja, e durante o culto senti alguém se aproximando e falando em meu ouvido: "Por que você não recebeu o batismo?". Eu me virei para ver quem falava comigo, porém não encontrei ninguém. Eu me derramei em lágrimas e ao final do culto informei ao pastor que queria ser batizado. Ele me instruiu a ficar em jejum e orar pelo batismo. Após algumas semanas, ele me levou à praia de Batten, em Abu Dhabi e eu fui batizado. As pessoas ao redor ficaram maravilhadas dizendo que o meu semblante havia mudado.


Início do ministério no Paquistão

Em 22 de fevereiro de 2015, eu fui batizado pelo Espírito Santo. Todos os sábados eu ia à casa do pastor para um estudo bíblico semanal. Em 2016, enquanto eu estava de férias, dei início ao trabalho ministerial no Paquistão. Em 2018, saí da empresa na qual trabalhava em Abu Dhabi e novamente retornei ao Paquistão. Eu havia começado a trabalhar com diferentes famílias como evangelista e 7 pessoas haviam sido batizadas através do meu ministério. No ano de 2019, eu estava de volta novamente. Comecei a trabalhar em uma outra empresa chamada DDW em Dubai, onde ganhava um bom salário, entretanto, não sentia paz. Foi então que em novamebro de 2020 pedi demissão do meu emprego e retornei em definitivo ao Pasquistão. Recebi alguns certificados de cursos bíblicos e comecei a trabalhar no avanço do Reino.

Atualmente eu estou trabalhando em diferentes lugares, principalmente em áreas ainda não alcançadas pelo Evangelho, que são muito distantes da minha casa. Tenho um trabalho com as crianças na escola bíblica dominical e no culto dominical. Cheguei também em uma área com apenas cinco lares cristãos, que vivem entre os mulçumanos. Eles estão muito famintos pela Palavra de Deus. Eu saí da casa dos meus pais e estou me dedicando a servir essas famílias, por amor a Cristo.


Ore para que o Evangelho de Jesus Cristo seja levado aos povos que ainda não o conhecem no Paquistão. Que a igreja transborde na Graça e que eles sejam cada vez mais encorajados a crescerem na fé e no conhecimento do Senhor Jesus Cristo.


Amém.



Informações

Endereço: Punjab, Paquistão
E-mail: Oculto
Telefone: Oculto

Doar Visitar Site
Últimas atualizações

full-width

Você quer mudar o mundo? ORE.

O primeiro pedido que os cristãos perseguidos fazem é sempre: “Por favor, orem por nós!”
As suas orações podem ter um forte impacto no campo missionário.