#OrePeloMundo
"Orando em todo o tempo..."
Efésios 6: 18

Homens e porcos

Publicado por Gabriel Cruz | 21 de junho de 2017

Rowland Hill ilustrou a loucura dos pecadores pela história de um açougueiro que foi seguido por um suíno direto para o matadouro. Como os porcos não tem geralmente uma mente para se apresentarem onde são procurados, parecia um mistério como estes animais estavam tão ansiosos para seguir o seu algoz; mas quando se viu que o açougueiro sabiamente usava um saco de milho com a qual ele atraiu as criaturas naquela direção - o enigma foi resolvido de uma só vez. Sem suspeitar da morte, os iminentes porcos se importavam apenas com a gratificação passageira de seus apetites, e correram apressadamente para o abate.

Assim, do mesmo modo, homens ímpios seguem o grande inimigo das almas para dentro das mandíbulas do inferno, simplesmente porque suas paixões depravadas estão satisfeitas com os desejos da carne e os prazeres do pecado que o diabo lhes dá e semeia na estrada do inferno. Ai de mim, que eu não experimente essa semelhança entre homens e porcos!

As alegrias do pecado são tão curtas e tão insatisfatórias, que nunca poderia ser pensado por um momento, como um incentivo adequado para um ser racional perder a sua alma imortal. Será que algumas horas de tolice, jogos de azar, beber, ou imoralidade - compensar fogo eterno? A indulgência momentânea de uma paixão insatisfatória vale. 

A duradoura  chama que nunca pode ser apagada,  O gemido constante como o uma goteira pingando,  ser atormentado por um verme que nunca morre,  ser excluído do céu para sempre,  ser eternamente amaldiçoado por Deus!
Existe algum pecado vale tudo isso? Pode qualquer ganho compensar isso? O mundo mergulhado no pecado a sua volta está experimentando felicidade? Não enxergamos na sociedade a nossa volta uma miséria sem fim? Nem agora, neste mundo, vemos o homem em pecado sem ser miserável.

Ó vós que se deliciam com os doces venenosos do pecado, lembre-se que, embora agradável na boca por um momento o pecado será como o absinto e o fel em sua barriga para sempre! Começando mesmo neste mundo. Por que você vai engolir a isca, quando você sabe que o anzol está lá? Pelo menos peixes poderiam alegar ignorância, e mesmo alguns deles mostram grande esperteza. Por que você vai ser atraído pelo passarinheiro satânico? Pois em vão se estende a rede à vista de qualquer ave; mas você é mais tolo do que os pássaros e voa para a armadilha quando você sabe que ela está lá! Deixe que uma palavra  “Eternidade!” - toque seus ouvidos, e expulse o riso vertiginoso dos mundanos , que preferem os atuais alegrias sensuais.

Por Charles H. Spurgeon

0 comentários :

Postar um comentário